Olympus 35DC | Olympus

 

– Olympus 35DC – Olympus – c.1970 –

Câmera muito especial da Olympus. Ela trabalha apenas em exposição automática com combinações de abertura e velocidade determinadas pela câmera. Há uma escala que você vê no visor, que vai de 1/15 com f1.7 (menor nível de luz) até 1/500 com f16 (maior nível de luz). Há uma trava para evitar sub-exposição. É possível travar a exposição em uma parte da cena pressionando o disparador até a metade, recompor a cena e terminar e pressionar até o fim para tomar a foto. Sim, é uma point&shoot com razoável sofisticação. Mas você nunca terá 1/500 com f1.7, por exemplo.

Para focar ela tem um telêmetro muito brilhante acoplado com o visor. Com uma lente Zuiko de f 1.7 de 6 elementos a qualidade da imagem é excelente. Por que uma lente tão boa em uma máquina sem exposição manual ou flexibilidade na automática? Relaxe, faça fotos com ela e você irá gostar do resultado. Abaixo, a escala como aparece no visor.

A sapata para flash tem uma particularidade também: você ajusta na câmera qual é o número guia de seu flash e, à medida que você foca, ela sabe a distância do seu assunto, e ajusta a abertura de acordo com a potência do seu flash. Veja na foto abaixo, o GN indica o número guia do flash (guide number no inglês)

O único lado negativo é que ela usa as antigas baterias 625 de mercúrio, 1,35 V, que não são mais fabricadas por questões ambientais. Mas já existem substitutas de 1.4 V

O único ponto negativo é que ela usa as antigas baterias de mercúrio, as 625 de 1,35 V, que deixaram de ser fabricadas há muito tempo por questões ambientais. Mas já existem substitutas de 1,4 V no mercado.

Para que faz questão de flexibilidade e poder ajustar tudo antes de tirar a foto, esta ainda é/era uma grande opção para uma segunda câmera para aqueles momentos em que tudo que você quer é leveza, simplicidade e qualidade para fazer alguns instantâneos.

Algumas fotos feitas com ela.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *