Obturador de estúdio

Este é um desenho muito comum de obturador de estúdio para câmeras de grande formato. Deve ser preso em frente da lente e abre-se do centro quando as suas 6 lâminas são recolhidas para dentro do corpo em forma de anel. Não é um obturador para quem quer precisão. Fica aberto enquanto você mantém apertado o cabo disparador ou, você pode ajustar para que feche quando atingir a posição de abertura máxima. Se você apertar decididamente, irá obter uma velocidade que deve estar em torno de 1/30 a 1/20, depende do tamanho da abertura e da pressão da mola. Há um interessante artigo sobre obturadores e sua história escrito (em inglês) por Ernest Purdum no site da Large Format Photography. Esse tipo de obturador tornou-se popular no último quarto do século XIX e era ainda muito fácil de ser encontrado novo em lojas especializadas até os anos 1980.

Normalmente eles nem tem marca ou então é a de algum fabricante local e pequeno. Eu nunca vi um obturador desses fabricado por alguma das grandes empresas de equipamentos fotográficos. Talvez eles fossem, aqueles fabricados por grandes marcas, muito caros e não conseguiam competir com os pequenos pois a tecnologia embutida é muito simples. Foram os que ficaram para contar a história.

A maneira como ele funciona é bem simples. O cabo disparador pressiona a alavanca A. A ponta B força C a girar o anel interno no sentido do relógio nessa foto. As folhas são mantidas em posição pelos pinos D e E. E está fixo, quando D se move ele faz as folhas deslizarem para fora e isso abre o obturador. A ponta B é um mecanismo de escape, ele se move em um arco mas solta C a partir de um certo ponto. Então C volta para a posição inicial puxado pela mola F, fechando as lâminas.

A alavanca H pode ser girada pelo botão central para abrir o obturador para focalização ou, para impedir que o anel gire até a posição de escape e feche automaticamente. Nesse caso, o obturador permanece aberto enquanto pressionarmos o cabo disparador. Essa é a posição “Bulb” ou B.

Finalmente, a mola G é um sincronismo de flash que fecha o circuito quando tocada pela alavanca A quando as lâminas estão totalmente abertas. Como o tempo de abertura é razoavelmente longo ele pode ser usado tanto para flash eletrônico como para flash-bulbs.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.